A Câmara Municipal de São Cristóvão realizou na noite desta quinta-feira (28) a 70ª Sessão Ordinária e o vereador Lilo Abençoado, de oposição ao Executivo Municipal, denunciou possíveis irregularidades no Processo Seletivo Simplificado (PSS) 001/2017 realizado através da Secretaria Municipal da Assistência Social e do Trabalho para o cargo de Educador Social.
De acordo com o vereador Lilo, “uma das funções do parlamentar é fiscalizar as ações do Executivo, por isso reuni documentos que aparentam ser este processo seletivo eivado de vícios na convocação dos aprovados para o cargo de Educador Social”, enfatizou.
Em seu discurso na tribuna, Lilo argumentou que dentre os nomes constantes no Diário Oficial, na data da convocação, o nome do 26ª colocado para o cargo de Educador Social está como o primeiro a ser convocado em detrimento de outros candidatos com pontuações maiores no resultado final do PSS. “A pessoa na 26ª colocação possuía 21 pontos, enquanto que o primeiro colocado possuía 68 pontos e foi o segundo a ser convocado. Devemos primar pela lisura e, caso tal fato seja constatado, é preciso que os gestores da pasta e do Executivo respondam por ato de improbidade”.
Lilo disse ainda que a documentação reunida será enviada aos órgãos públicos competentes para avaliação.

Auditoria – O vereador Morgan Prado, em aparte, disse que se Lilo conseguir provar a denúncia feita e o Ministério Público se manifestar, a Câmara Municipal deve se posicionar e todos os Processos Seletivos realizados pela gestão serem auditados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *